NOTÍCIAS

Nova diretoria da FIEMG toma posse

No dia 24 de maio de 2018, tomou posse como Presidente da FIEMG para o quadriênio 2018-2022, o empresário do setor têxtil Sr. Flávio Roscoe Nogueira, que assume o comando máximo da entidade, com a promessa de uma gestão proba, profícua, democrática e competente em benefício de todas as empresas industriais situadas no nosso Estado.

Leia Mais

Exportações do agronegócio garantiram superávit da balança comercial

As exportações do agronegócio brasileiro somaram 96 bilhões de dólares em 2017, com aumento de 13% em relação a 2016. Sem a exportação do agro brasileiro, a balança comercial seria deficitária em 15 bilhões de dólares. De 1997 a 2017, em 20 anos, o Brasil exportou 1,23 trilhões de dólares, e o agronegócio foi o setor que mais contribuiu para a balança comercial e para a economia brasileira. O agronegócio responde atualmente – dados de abril de 2018 – por 44,8% das exportações totais do Brasil.

Leia Mais

Fecombustíveis avalia que royalties podem compensar redução de impostos

A Fecombustiveis, federação que reúne sindicatos de donos de postos de combustíveis no Brasil menos São Paulo, aposta no aumento da arrecadação de royalties com a alta do preço do petróleo para compensar uma eventual redução de impostos incidentes na gasolina e no diesel, informou o presidente da entidade, Paulo Miranda Soares. Ele irá a Brasília se encontrar com o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, para apresentar alternativas visando a redução do preço dos combustíveis para o consumidor.

Leia Mais

Mercado aumenta estimativa de inflação para 3,5% em 2017

Os economistas do mercado financeiro elevaram a previsão para a inflação de 2018 e 2019. O Relatório de Mercado Focus divulgado na manhã desta segunda-feira, 21, pelo Banco Central (BC), mostra que a mediana para o IPCA este ano foi de 3,45% para 3,50%. Há um mês, estava em 3,49%. Já a projeção para o índice em 2019 passou de 4,00% para 4,01%. Quatro semanas atrás, estava em 4,00%. A projeção dos economistas para a inflação em 2018 está próxima do piso da meta deste ano, cujo centro é de 4,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual.

Leia Mais

Empresas já podem se instalar no Distrito Industrial (DI) do Bandeirinhas

Até o fim do ano, 15 empresas, que poderão gerar 1.500 empregos, já estarão aptas a iniciarem suas atividades. As obras de expansão da 1ª fase do Distrito Industrial (DI) do Bandeirinhas foram entregues no dia 17/05. A ampliação do distrito estava parada há mais de sete anos, e foi retomada no ano passado pela atual gestão. Em 2017, a prefeitura alterou a lei e repassou o dinheiro para que as próprias empresas fizessem as intervenções necessárias, acelerando o processo de expansão.

Leia Mais

Ibama estabelece regras de transição antes da implantação definitiva do Sinaflor

O Ibama prorrogou para 31/12/2018 o prazo para a implantação definitiva, em todos os estados brasileiros, do Sinaflor, que entraria em vigor no dia 02/5. A IN 14/2018, publicada na edição do DOU no dia 30/04/18, estabelece regras de transição para as solicitações de atividades florestais protocoladas nos órgãos do Sisnama antes da implantação definitiva do Sistema.

Leia Mais

Suzano Papel e Celulose divulga Relatório de Sustentabilidade 2017

Documento anual evidencia Propósito corporativo revelado em dezembro. A Suzano Papel e Celulose apresenta a edição 2017 do seu Relatório de Sustentabilidade, publicação que tem como principal novidade a divulgação das atividades e dos resultados no âmbito socioambiental sob a ótica dos quatro valores da companhia. Destaque também para a adoção do Propósito como direcionador de comunicação corporativa.

Leia Mais

Mercado projeta novo corte na taxa de juros

Em um cenário de recuperação lenta da atividade e inflação baixa, o Copom iniciou no dia 15/5, sua reunião de dois dias para decidir o novo patamar do juro básico no Brasil. A expectativa da maioria dos economistas do mercado financeiro é de que a taxa Selic, hoje em 6,50% ao ano, caia mais 0,25 ponto porcentual, recuando para 6,25% ao ano. Se confirmado, este será o menor valor da história para a taxa básica.

Leia Mais

Pesquisa da FIEMG confirma retomada da indústria mineira

Indicadores Industriais apontam evolução do faturamento e do emprego. O faturamento da indústria mineira teve um avanço de 4,6% no mês de março de 2018 em relação a fevereiro, o melhor desde maio de 2017. No acumulado dos últimos 12 meses, o crescimento já é de 3,2%, de acordo com a pesquisa Indicadores Industriais da FIEMG. “A recuperação do faturamento já vem acontecendo desde 2017”, ressaltou ressaltou o superintendente de Ambiente de Negócios da FIEMG.

Leia Mais

Venda de papelão ondulado cresce 8,91% em abril, mostra prévia da ABPO

As vendas de papelão ondulado utilizado em embalagens - caixas, acessórios e chapas - cresceram 8,91% em abril ante o mesmo mês de 2017, informa a Associação Brasileira de Papelão Ondulado (ABPO) com dados preliminares, para 289,851 mil toneladas. Na comparação com março houve queda de 4,87%. O mês de abril contou com um dia útil a mais, de modo que a expedição por dia útil cresceu 4,37% sobre igual mês de 2017. De acordo com o boletim estatístico da ABPO.

Leia Mais

Governo estuda reduzir taxa de juros para financiar safra

Negociação sobre custo do financiamento e valor a ser destinado ao crédito rural aconteceu no gabinete do ministro Blairo Maggi com a presença do presidente do BC. A área econômica do governo analisa a possibilidade de redução da taxa de juros do crédito agrícola para o próximo Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2018/2019 que terá início no dia 1º de julho deste ano. Vaz de Araújo explicou que, para chegar a um valor do plano rural, “o governo pondera a execução do ano anterior.

Leia Mais

Reforma trabalhista é aplicável a todos os contratos da CLT, diz governo

A reforma trabalhista "é aplicável de forma geral, abrangente e imediata a todos os contratos de trabalho regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), inclusive àqueles iniciados antes da vigência da Lei nº 13.467/2017", em novembro passado. Este é o entendimento de parecer elaborado pela Advocacia-Geral da União (AGU) e aprovado pelo ministro do Trabalho, Helton Yomura. O parecer foi divulgado no DOU desta terça-feira, 15/5.

Leia Mais

Setor de tissue se tornou o maior comprador Mundial de Celulose

O crescimento consistente nos últimos 30 anos levou o setor de tissue a se tornar o maior consumidor individual no mercado de celulose, com 36% dos embarques globais de celulose branqueada (BCP) em 2016, em comparação com apenas 25% em 2008. Assim, para fornecedores do mercado de celulose, o tissue tornou-se uma importante área de crescimento.

Leia Mais

Projeto de Lei 92 de 2018: papelcartão vai substituir o plástico

O Projeto de Lei do Senado 92 de 2018 está sendo analisado pelos senadores. Ele prevê o fim, gradual, do uso do plástico na produção de pratos, copos, bandejas e talheres descartáveis. O objetivo é que em 10 anos o plástico seja totalmente substituído por materiais biodegradáveis, como o papelcartão. A meta é apoiada pela ONU, que tem um objetivo global, que pede a limpeza dos oceanos e a criação de políticas públicas para a redução do uso do plástico.

Leia Mais

Brasil – Um mercado focado no crescimento de tissue

A capacidade de produção de tissue no Brasil continua em uma trajetória positiva, apesar de um ambiente econômico geral recessivo. A taxa de crescimento do PIB, que passou de uma alta de 7,5% em 2010 para uma baixa de -3,8% em 2015, começou a reverter o declínio em 2017, entrando em território positivo no final do ano . Durante o mesmo período, o mercado de tissue teve um crescimento de 4,5% CAGR (taxa de crescimento anual acumulada).

Leia Mais

CNI considera positiva criação de fundo para recursos de compensação ambiental

Medida provisória que viabiliza a criação de fundo com recursos da compensação ambiental foi aprovada pelo Senado Federal e vai para sanção presidencial. A CNI avalia como positiva a aprovação da medida provisória que viabiliza a criação de um fundo com recursos obtidos devido à título de compensação ambiental. Segundo a entidade, a MP 809/2017 no Senado Federal, facilitará o cumprimento da obrigação legal.

Leia Mais

Exportação de papel e celulose tem alta de 39%

Com a demanda crescente vindo do exterior, um dos insumos, a celulose, já se tornou o quarto produto mais exportado no Paraná. As exportações de papel, celulose e painéis de madeira teve alta de 39,1% em valores no País, na comparação do primeiro trimestre deste ano com o mesmo período de 2017. O Paraná tem participação crescente nesse segmento, com a celulose assumindo a quarta colocação da pauta de produtos embarcados para o exterior entre janeiro e março deste ano.

Leia Mais

Empregado da CENIBRA participa de livro sobre Gestão Ambiental

A gestão ambiental eficaz é fator determinante na garantia da perenidade dos recursos naturais em consonância com o desenvolvimento. Trata-se de uma temática atual, mesmo não sendo um assunto novo já que desde a década de 1990 foi sendo incorporada gradativamente em diversos segmentos. Neste sentido, há uma vasta literatura sobre o tema disponível para aprimoramento contínuo das práticas sociais de manejo dos recursos naturais. O livro Gestão Ambiental – Volume 2, é organizado pela editora Poisson.

Leia Mais

Klabin tem queda de 79% no lucro do 1º trimestre

A produtora de papel para embalagens e celulose Klabin teve queda no lucro líquido do primeiro trimestre, mas registrou um forte avanço do resultado operacional por conta do aumento da receita e disciplina de custos, segundo resultado divulgado no dia 26/04. O lucro líquido do primeiro trimestre caiu 79 por cento na comparação com o mesmo período de 2017, para 125 milhões de reais, impactado pelo câmbio. Já o resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda).

Leia Mais

Suzano tem melhor 1º trimestre da história com geração de caixa operacional de R$ 1,3 bilhão

Forte resultado contribuiu para queda da alavancagem a 1,7 vez. A Suzano Papel e Celulose divulga hoje o balanço referente ao primeiro trimestre de 2018, com uma geração de caixa operacional de R$ 1,3 bilhão, o melhor resultado da história da empresa para primeiros trimestres. O recorde é consequência dos avanços operacionais alcançados ao longo dos últimos trimestres, do forte controle de despesas e do ambiente favorável no mercado internacional de celulose.

Leia Mais