NOTÍCIAS

Rodrigo Maia diz que mudança na Previdência é 'reforma social'

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), iniciou o ano como terminou o de 2017: defendendo a aprovação da Reforma da Previdência. O parlamentar, que lidera as articulações do presidente Michel Temer (PMDB) para colocar em votação o texto com as mudanças no sistema previdenciário brasileiro, usou o twitter na manhã desta terça-feira (2) para dizer que a proposta do governo é “a mais importante reforma social do país”.

Leia Mais

Confiança Empresarial sobe 1,2 ponto em dezembro ante novembro, aponta FGV

O ICE da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre) avançou 1,2 ponto em dezembro ante novembro, atingindo 93,1 pontos, o maior nível desde abril de 2014, quando havia atingido 95,7 pontos. O resultado do mês de dezembro ocorre após seis meses de altas consecutivas. De acordo com a FGV, a tendência é de que a confiança empresarial continuará crescendo, apesar de uma esperada volatilidade por conta das incertezas em relação às eleições deste ano.

Leia Mais

Projeção do Relatório Focus para Selic no fim de 2018 segue em 6,75% ao ano

No Focus divulgado nesta manhã, a expectativa para a Selic média de 2018 permaneceu em 6,75% ao ano, ante 6,78% de quatro semanas atrás. Economistas mantiveram a previsão de que o BC deve continuar com o processo de corte de juros em 2018. O Relatório de Mercado Focus trouxe que a mediana das previsões para a Selic no fim do ano seguiu em 6,75% ao ano - o que indica redução na comparação com o atual patamar de 7%.

Leia Mais

Ao contrário da madeira, preço da celulose teve 11 reajustes em 2017

Alta demanda e ruptura de oferta provocaram aumentos mensais com exceção do mês de agosto. Os preços internacionais da celulose de fibra de curta (produzida a partir do eucalipto) surpreenderam até mesmo os mais otimistas em 2017, diz reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico. De fato, a aceleração das compras na China e a ruptura de oferta muito acima da média histórica garantiram aos produtores margem para aplicação mensal de reajustes, com exceção de agosto.

Leia Mais

IGP-M deve voltar a subir em 2018 e ficar mais alinhado a IPC, diz FGV

O IGP-M não deve repetir em 2018 a taxa negativa de 2017, segundo o economista da FGV André Braz. Este ano, o indicador caiu 0,52%, a segunda deflação anual da história do IGP-M, mas sem superar a queda de 1,72% de 2009. "No ano que. vem, a agricultura não deve ser tão favorável aos preços como neste ano, as commodities devem avançar. Além disso, o cenário eleitoral pode afetar a taxa de câmbio. Este ano, o indicador caiu 0,52%, a segunda deflação anual da história do IGP-M.

Leia Mais

Agências bancárias fecham amanhã e reabrem terça-feira

Contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo), bem como os carnês poderão ser pagos no primeiro dia útil depois do feriado, sem a incidência de multa por atraso. As agências bancárias estarão fechadas nesta sexta-feira ao público e funcionarão apenas para serviços internos, informa a Febraban. Elas voltarão a funcionar na próxima terça-feira (2). A entidade lembra ainda que os tributos já vêm com data ajustada.

Leia Mais

Dólar fecha a R$ 3,31 e acumula alta de 1,99% no ano

Moeda dos EUA avançou 0,08% nesta quinta, a R$ 3,3144 na venda. O dólar fechou em leve alta ante o real nesta quinta-feira (28), em linha com o desempenho da moeda norte-americana no exterior e influenciado pela formação da última Ptax de 2017, em meio ao baixo volume de negócios devido às festas de final de ano. A moeda dos EUA subiu 0,08%, vendida a R$ 3,3144. Veja a cotação hoje.

Leia Mais

FGV: confiança na indústria reforça tendência de recuperação dos investimentos

O avanço de 1,3 ponto do índice de confiança industrial da FGV na passagem de novembro para dezembro foi puxado pela alta no indicador da pesquisa que mede a expectativa dos empresários sobre o desempenho de seus negócios nos próximos seis meses. Esse é um dado que, segundo a coordenadora da sondagem, Tabi Thuler Santos, guarda uma "relação ótima" com os investimentos.

Leia Mais

Preço do etanol sobe em 17 Estados e no Distrito Federal

Os preços do etanol hidratado nos postos brasileiros subiram em 17 Estados e no Distrito Federal na semana passada, segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Em outras oito unidades da federação houve recuo nos preços do biocombustível e no Piauí o indicador ficou estável. Em São Paulo, principal Estado produtor e consumidor, a cotação média do hidratado apresentou alta de 2,34% na semana, de R$ 2,734 para R$ 2,798 o litro. No período de um mês, os preços do combustível subiram 7,70% nos postos paulistas.

Leia Mais

Estimativa de inflação cai pela quinta vez e fica mais distante da meta

A meta de inflação, que deve ser perseguida pelo BC, tem como centro 4,5%, limite inferior de 3% e superior de 6%. O mercado financeiro reduziu pela quinta semana consecutiva a estimativa de inflação, que permanece abaixo da meta para este ano. A projeção para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) passou, desta vez, de 2,83% para 2,78%. A estimativa consta do boletim Focus, uma publicação divulgada no site do Banco Central (BC) todas as semanas com projeções para os principais indicadores econômicos.

Leia Mais

Exportações do setor até novembro superam o total registrado em 2016, chegando a US$7,7 bilhões

As receitas das exportações do setor produtivo de árvores plantadas somaram entre janeiro e novembro deste ano US$ 7,7 bilhões, um crescimento de 11,4% em relação ao mesmo período de 2016. Esse desempenho acumulado até novembro já ultrapassa o total registrado pelo setor em todo o ano passado. O impacto do setor na balança comercial foi um superávit de US$ 6,8 bilhões, um avanço de 13,1%. Nos primeiros onze meses de 2017, as exportações de celulose alcançaram o valor de US$ 5,7 bilhões.

Leia Mais

Líderes industriais e parlamentares discutem reformas para o futuro do Brasil

No encontro, que ocorreu na sede da CNI, em Brasília, empresários destacaram que a reforma da Previdência é indispensável para garantir o crescimento sustentado da economia. O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), discutiram com grupo de parlamentares e de líderes industriais as reformas estruturais necessárias para garantir o futuro do país.

Leia Mais

Economia supera recessão

FIEMG divulga balanço de 2017 e expectativas para o ano que vem. A FIEMG estima que a economia mineira e brasileira crescerá 2,6% no ano que vem. Os indicadores de atividade econômica vêm confirmando o fim da recessão. O dado foi divulgado no dia 21/12 no Balanço Anual e Perspectivas da entidade. “Com todas as dificuldades podemos comemorar porque achávamos que 2017 seria pior. É um ano em que a indústria começa a dar sinais de crescimento tênues, mas positivos, mesmo se comparado com uma base pior”.

Leia Mais

Meirelles: sempre se pode aumentar impostos que não estejam sujeitos a anualidade

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, admitiu hoje que "sempre se pode aumentar impostos que não estejam sujeitos a anualidade" para compensar a frustração em medidas que elevariam as receitas do governo no ano que vem. Em coletiva na sede do PSD para falar sobre o programa partidário, Meirelles disse que não há ainda nenhuma decisão sobre elevação de tributos. "Mas existem alternativas", frisou. O governo não conseguiu aprovar a tempo a MP.

Leia Mais

Confiança da indústria tem em novembro o maior aumento desde de 2014

Essa foi a quinta alta consecutiva, o que fez com que o Índice de Confiança da Indústria acumulasse um crescimento de 8,8 pontos no segundo semestre deste ano. O indicador atingiu 98,3 pontos, em uma escala de 0 a 200 pontos, a quinta alta consecutiva. O Índice de Confiança da Indústria, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), avançou 2,9 pontos de outubro para novembro deste ano. O indicador atingiu 98,3 pontos, em uma escala de 0 a 200 pontos.

Leia Mais

FIEMG sedia evento sobre eSocial e EFD-Reinf / SESI MG prepara empresas para o eSocial

Iniciativa visou preparar empresários para adequação às duas novas plataformas do Governo Federal. O Sistema FIEMG, em parceria com a ASIS projetos, recebeu na no dia. 15/12 um um encontro informativo sobre o eSocial e a EFD-Reinf. A ação foi direcionada a empresas mineiras que estão se preparando para adequação destes novos projetos do SPED. O SESI-MG também realizou evento para preparar as empresas para o eSocial. Entidade oferece consultoria por meio do Programa Indústria Segura.

Leia Mais

CEMA se reúne na FIEMG - Secretário Germano Vieira destaca os desafios de 2018

O secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad), Germano Vieira, falou sobre os avanços e os desafios da entidade para o próximo ano durante a última reunião de 2017 do Conselho de Empresários para o Meio Ambiente (CEMA). O presidente do CEMA, Júlio Nery, que conduziu a reunião, elogiou a atuação do secretário, que assumiu a pasta recentemente. “As novas diretrizes de licenciamento do Estado estão trazendo mudanças significativas.

Leia Mais

Reforma da Previdência é decisiva para o Brasil atrair investimentos, diz presidente da CNI

Robson Braga de Andrade afirmou que o país precisa contar com o capital privado nacional e estrangeiro para ampliar e modernizar a infraestrutura. O Brasil é um país com grande potencial para atrair investimentos privados nacionais e estrangeiros, especialmente na área de infraestrutura. Mas as obras só se concretizarão se o país fizer a reforma da Previdência e outras mudanças estruturais que tragam segurança jurídica e garantia de retorno aos investidores.

Leia Mais

Gigante chinesa CFGC avalia compra de áreas de eucalipto no País

A siderúrgica francesa Vallourec, que produz tubos de aço, colocou à venda fazendas com plantação de eucalipto em Minas Gerais que somam 230 mil hectares. Os ativos florestais são avaliados entre US$ 600 milhões e US$ 700 milhões e atraíram investidores locais e estrangeiros, entre eles a gigante China Forestry Group Corporation. A estatal chinesa ainda não definiu como vai estruturar a operação.

Leia Mais

Empresários confiam na aprovação da reforma da Previdência, diz presidente da CNI

Robson Braga de Andrade afirma que o Brasil teria uma economia de cerca de R$ 1 trilhão até 2028 se as mudanças nas regras da aposentadoria estivessem em vigor desde 1º de junho deste ano. A Reforma da Previdência é fundamental para o futuro do Brasil. A afirmação foi feita pelo presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade durante a reunião com o presidente da República, Michel Temer. No evento que reuniu 75 líderes empresariais no Palácio do Planalto.

Leia Mais