Produção brasileira de celulose registra crescimento de 18,2% em agosto

A produção brasileira de celulose cresceu 18,2 por cento em agosto sobre o mesmo período do ano passado, para 1,788 milhão de toneladas, de acordo com dados preliminares divulgados pela Ibá. As exportações da matéria-prima aumentaram em 2,5 por cento no período, para 1,141 milhão de toneladas, enquanto o consumo aparente subiu 59,1 por cento, para 665 mil toneladas.




02/10/2018 - As exportações da matéria-prima aumentaram em 2,5 por cento no período, para 1,141 milhão de toneladas, enquanto o consumo aparente subiu 59,1 por cento, para 665 mil toneladas, disse a entidade representativa do setor.


No acumulado do ano até agosto, o Brasil produziu 14,03 milhões de toneladas de celulose, alta de 10,2 por cento na comparação anual, de acordo com o levantamento. Os embarques internacionais cresceram 11,1 por cento na mesma base, para 9,888 milhões de toneladas.


Já produção de papel aumentou 2,2 por cento em agosto, para 926 mil toneladas, elevando o total produzido nos oito primeiros meses de 2018 para 6,899 milhões de toneladas, queda de 0,2 por cento ano a ano.


As vendas domésticas de papel somaram 485 mil toneladas no mês passado, superando em 2,1 por cento o volume comercializado em agosto de 2017, enquanto as exportações caíram 3,5 por cento, para 167 mil toneladas.


Entre janeiro e agosto, foram vendidas 3,58 milhões de toneladas de papel ao mercado interno, alta de 1,4 por cento sobre o mesmo intervalo de 2017. Os embarques, no entanto, caíram 7,6 por cento ante os oito primeiros meses do ano passado, para 1,307 milhão de toneladas.


No caso dos painéis de madeira, as vendas domésticas em agosto subiram 13,6 por cento ano a ano, e as exportações cresceram 11,2 por cento nessa comparação. No acumulado do ano, houve alta de 4,8 por cento nas vendas domésticas e de 3,7 por cento nos embarques externos.


Fonte: Tissue Online