China: Taxação sobre celulose importada de Brasil, Canadá e EUA é mantida

O Ministério do Comércio da China informou que continuará com suas medidas antidumping sobre as importações de celulose dos EUA, Canadá e Brasil. O ministério afirmou em um comunicado que sua segunda investigação mostrou que as importações de celulose dos três países prejudicaram a indústria doméstica durante o período da primeira investigação chinesa sobre o caso.




26/04/2018 – Depois de realizar uma segunda investigação após uma decisão da Organização Mundial do Comércio (OMC), no ano passado, que diz que a celulose importada prejudica a indústria nacional.


O ministério afirmou em um comunicado que sua segunda investigação, lançada no ano passado, mostrou que as importações de celulose dos três países prejudicaram a indústria doméstica durante o período da primeira investigação chinesa sobre o caso. Portanto, continuará impondo as medidas antidumping que foram implementadas em 2014.


A China começou a impor tarifas antidumping sobre as importações de celulose – um produto usado para fabricação de rayin e papel – em abril de 2014 e disse que a tarifa entraria em vigor até abril de 2019.


Fonte: Tisseu Online (Valor)