NOTÍCIAS EM DESTAQUE

Em breve, a cerveja estupidamente gelada poderá vir em garrafa de fibra de papel 100% reciclável

Se já temos caixas de papelão como embalagens para leite e sucos, por que não para cerveja? A fabricante dinamarquesa Carlsberg apresentou o desenvolvimento de dois protótipos feitos com fibras de papel. Chamadas de Green Fibre Bottles, ambas são feitas de fibras de madeira de origem sustentável, totalmente recicláveis e possuem uma barreira interna para garantir a impermeabilidade da embalagem.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ABTCP divulga o programa do Congresso Internacional de Celulose e Papel com participações especiais

De 22 a 24 de outubro a ABTCP – promoverá, em São Paulo, no Hotel Transamerica, Sala São Paulo, o 52º Congresso Internacional de Celulose e Papel e 3.° Simpósio Internacional de Pesquisa e Tecnologia em Papel Tissue e Reciclagem (SIPTPT) – ABTCP 2019. A programação foi especialmene estruturada para atender o tema deste ano: A tecnologia humanizada e suas transformações no setor de celulose e papel. O conteúdo trará apresentações sobre novos produtos, inovações, design e cultura que acompanham a Indústria 4.0.

Saiba

Publicado decreto que regulamenta o trabalho temporário

O decreto que regulamenta o trabalho temporário, e que trata a Lei nº 6.019, de 3 de janeiro de 1974, está publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (15). O documento assinado nessa segunda-feira (14) pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, define trabalho temporário como “aquele prestado por pessoa física contratada por uma empresa de trabalho temporário que a coloca à disposição de uma empresa tomadora de serviços ou cliente, para atender à necessidade de substituição transitória de pessoal permanente ou à demanda complementar de serviços”.

Saiba

Sistema tributário acaba com capacidade da indústria de competir globalmente, diz presidente da CNI

Robson Braga de Andrade disse, em evento sobre o tema na BandNews, que reforma deve trazer simplificação, redução da burocracia e desoneração total das exportações e dos investimentos. A burocracia, a complexidade e as distorções do sistema tributário brasileiro são amarras que precisam ser removidas para que indústria brasileira recupere sua capacidade de competir globalmente. De acordo com o presidente da CNI esses entraves minam a capacidade de investir do setor produtivo nacional.

Saiba

FIQUE POR DENTRO